• Vivi

Vivendo a fé

Dei uma sumida básica (de novo, eu sei…). Muitos acontecimentos nas últimas semanas, coloquei o meu foco no que precisava e acabei abandonando um pouco aqui. Resumindo, perdemos duas pessoas muito queridas no período das duas últimas semanas.

“O justo viverá pela .” Habacuque 2:4

Há umas semanas atrás, ao receber a notícia da perda de uma amiga querida, minha reação imediata foi tristeza. Mas logo em seguida, parei e comecei a refletir sobre essa tristeza – totalmente natural e humana diante da perda – e como ela contrasta com tudo o que creio. Porque:

“Vocês, porém, não são controlados pela natureza humana, mas pelo Espírito, se de fato o Espírito de Deus habita em vocês.” Romanos 8:9

Se creio em um Deus sobrenatural, dono de tudo, onisciente e eternamente sábio, por que me abalar? Se creio em um Deus eterno e que concede vida eterna para aqueles que creem nele, por que me entristecer quando Ele chama alguém para viver a eternidade ao lado dele?

É claro que fico triste com a saudade, mas essa tristeza não precisa durar ou me paralisar se eu permito que meu coração se encha das verdades que creio, as quais trazem alegria e esperança. O céu, a eternidade com Deus são um motivo de alegria e esperança.

“Pois todos pecaram e não alcançam o padrão da glória de Deus, mas Ele, em sua graça, nos declara justos por meio de Cristo Jesus, que nos resgatou do castigo por nossos pecados.” Romanos 3:23-24

Então, no final da semana passada, perdi outra pessoa muito querida. E só me resta abraçar as verdades em que creio e vivê-las. E Deus traz o conforto para aquela tristeza que quer sair com as promessas lindas que Ele já me deu. Espero que isso também aqueça e traga paz ao seu coração. Romanos 8 diz:

“Considero que nosso sofrimento de agora não é nada comparado com a glória que Ele nos revelará mais tarde. Pois toda a criação aguarda com grande expectativa o dia em que os filhos de Deus serão revelados. (v.18-19) Pois sabemos que, até agora, toda a criação geme, como em dores de parto. E nós, os que cremos, também gememos, embora tenhamos o Espírito em nós como antecipação da glória futura, pois aguardamos ansiosos pelo dia em que desfrutaremos nossos direitos de adoção, incluindo a redenção de nosso corpo. (v. 23) E sabemos que Deus faz todas as coisas cooperarem para o bem daqueles que o amam e que são chamados de acordo com o seu propósito. (v. 28) Que podemos dizer diante de coisas tão maravilhosas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Se Ele não poupou nem mesmo o seu próprio Filho, mas o entregou por todos nós, acaso não nos dará todas as outras coisas? (v. 31-32) O que nos separará do amor de Cristo? Serão aflições ou calamidades, perseguições ou fome, miséria, perigo ou ameaças de morte? (v. 35) Mas apesar de tudo isso, somos mais que vencedores por meio daquele que nos amou. E estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o que existe hoje nem o que virá no futuro, nem poderes, nem altura nem profundidade, nada, em toda a criação, jamais poderá nos separar do amor de Deus revelado em Cristo Jesus, nosso Senhor.” (v. 37-39)

#luto #Deus #graça #esperança #fé #alegria #morte #sofrimento

based in sydney, australia.

say hello at vivihomestudio@gmail.com

© 2019 by Vivi Home Studio. Proudly created with Wix.com

  • Black Instagram Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Spotify Icon